DOCUMENTÁRIO

 

 

Eis que me deparo com Marçal Souza e sua bengala branca em um set de filmagem. Um produtor de audiovisual que não enxergava comandava a equipe. Fiquei intrigada e comecei a observa-lo. No final das gravações lhe dei parabéns pelo trabalho, e dessa história, este documentário nasceu.

 

Surgiram muitas outras histórias sobre esse tema e comecei a me dar conta que o tempo inteiro lidamos com as marcas que herdamos dos nossos antepassados, das tradições da nossa cultura e, fundamentalmente, com as marcas que ganhamos vivendo, fundadoras de nossa subjetividade.

 

As cicatrizes tornam o corpo único e inscrevem nele sua história.

 

O corpo é marca encarnada.

 

Obrigada Leon Sampaio!

 

Obrigada especialmente a Marçal Souza, David Santos, Monique Maciel, Luiz Bravos, João Ferreira e Meran Vargens, que abriram suas cicatrizes e nos contaram suas histórias!

 

Vocês inspiram um novo olhar para o corpo.

 

Fotografia: Leon Sampaio

Apoio Financeiro

Apoio